26/06/2009

Como Lidar Com Filhos Difíceis e Rebeldes


É possível criar a possibilidade de diálogo com filhos rebeldes e acabar com as intermináveis brigas ?
São discussões e bate-portas. É possível estabelecer uma harmonia no ambiente familiar? Ou é só mesmo com terapia? E se o filho não aceitar terapia?
Resposta: Sim, pode, e deve, haver diálogo, o qual acredito ser o caminho mais indicado, mas nem sempre os pais conseguem esse objetivo, por isso a indicação de uma psicoterapia com um profissional qualificado seria o melhor caminho. No caso do filho não aceitar, os pais podem também buscar uma orientação.
Meu filho de 18 anos não respeita ninguém e só fala gritando
Ele é completamente descontrolado e quer tudo a tempo e hora; só pensa nele, não quer saber de ser gentil e deixa toda família chateada.
Resposta: Entendo sua preocupação e não está fácil mesmo conviver com nossos filhos adolescentes. É preciso conhecer o histórico de vida para uma avaliação e quem pode fazer isso é um psicólogo, porém de acordo com a idade de seu filho, o mais indicado é ele querer ir até o profissional.
Mas se ele não aceitar, você mesma poderá buscar uma orientação com um profissional.
Atenção!
As respostas do profissional desta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um profissional de psicologia e não se caracterizam como sendo um atendimento.

Fonte:
Rosemeire Zago

34 comentários:

  1. tenho um inteado,ja mora conasco a 4 anos ,todas as brigas ele e o pivo,nao sei mais como fazer, ele tem uma irma que e um agracinha e nao e miha filha tambem,porem sao muitos diferentes,quando o pai dele nao esta ele me obedece,mas quando chega fica insuportavel,mas tambem sei que a maior responsavel e o pai ele permite e passa a mao na cabeça,entao fica dificil,o pai acha que o filho e um coitado porque a mae biologica nao quer eles,agora que culpa o mundo tem disso e mais e as pessoas que vivem com ele na mesma casa.me de um conselho ,obrig.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É melhor vc deixar o pai deles criar ele, e vai viver a sua vida, vc ñ tem culpa de amar um homem que tem filho rebelde.

      Excluir
  2. tenho um filho de 11 anos, ele é teimoso, responde direto, a palavra dele sempre é a ultima. tudo que faz de errado, ele justifica com uma chantagem.
    as brigas são frequentes, não sei mais como trata-lo. O pai não participa em nada, é ausente, somos separados. Como devo agir?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. procura ajuda proffisional, pq vc sozinha ñ vai conseguir, ele so tem 11 anos imagina com 15, so deus para ajudar, vai enquanto esta em tempo.

      Excluir
  3. oi eu tenho uma filha de 10 anos ela era um boa menina ,mas agora a convivencia com ela esta cada vez mais dificil. eu ja não sei o que fazer pois eu e o eu marido que não é o pai dela estamos a ter muitos cofiltos por causa dela por favor me ajuda porque eu estou desesperada e o meu casamento esta no fim por causa da minha filha por se tão rebelde. ajuden-me

    ResponderExcluir
  4. Oi, tenho um sobrinho de 5 anos, ele é muito agitado e dificil de lhe dá, minha irmã e meu cunhado sofrem muito, pois a criança tem dificuldade no aprendizado e quando quer uma coisa e é impedido de ter ou fazer, faz o maior escandalo, ele se joga no chão, chora muito, esperneia. Não sabemos como fazer para mudar isso, na escola os professores diziam que ele é autista, mas foram feitos varios exames e os meninos disseram que ele é uma criança normal, que ele é imperativo e que precisa fazer terapia ocupacional.Ele teve uma inicio de vida muito dificil, como foi o primeiro filho do casal e eles trabalham fora de casa,e moravam numa cidade longe dos familiares.
    Desde 1 mes de vida ele ficou com babás, e acho que ele foi maltrado por elas, pois ele teve dificuldades pra falar e também é muito assustado. Hoje minha irmão conseguiu tranferencia do trabalho pra proximo da familia para podemos ajuda-lo.
    Estou muito triste pois vejo minha irmã sofrendo e ela tem outro filho de 2 anos e tb está gravida de 5 meses.
    Por favor nos ajude

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sabe estou passando pelo mesmo problema estou sofrendo muito já não sei o q fazer nos exames dão ansiedade mas já não está mais adiantando tomar remédios estou procurando ajuda espiritual está começando a melhorar as coisas na minha casa.

      Excluir
  5. Olá eu tenho uma filha de 8 anos e esta cada vez mais dificil lidar com ela, me sinto desgastada pq todo dia tenho que chamar a atenção dela por causa de alguma coisa errada que ela faz, sou dasada com um rapaz que não é o pai dela e moro em outra cidade, não sei se isso de alguma forma está ajudando ela a ficar assim tão dificil de lidar, será que ela quer mais atenção? já tentei de tudo, não sei mais como lidar com essa situação.

    ResponderExcluir
  6. tenho um filho,que tem 15 anos,ele é esta dificil,fala palavrões,xinga não aceita a palavra não,é muito humilde,mais ao mesmo tempo muito rebelde,como lidar com ele.

    ResponderExcluir
  7. Geralmente filhos adolescentes são dependentes dos responsáveis, daí, estabelecer uma relação de troca, do tipo "só te dou isso se você fizer aquilo", seria uma forma de manter o controle da situação e alcançar bons resultados. Porém, é necessário que o responsável expresse todo o seu sentimento de carinho e afeto pelo adolescente, para que não se desenvolva nesse contexto uma relação de interesse.

    ResponderExcluir
  8. Ola! Tenho um sobrinho de apenas 1 ano e 11 meses, e não entendo o por que dele se tão agressivo ele se irritar facilmente, bastar só ele querer algo e pronto, se não der ele fica muito nervoso jogar o que tiver no chão, bater nas pessoas e gritar muito,estou muito preocupada por que tenho medo dos nossos vizinho achar que batemos nele, por que ele não chorar ele gritar, até parece que ele sabe que eu detesto quando ele faz isso, sinceramente não entendo o porque desse gênio todo se ele é tão pequeno.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia. Meu nome é Cris e tenho uma filha de 9 anos na qual não estou conseguindo lidar com a rebeldia dela. Ela é uma criança carinhosa mas acha que eu dou mais atenção a todos menos a ela e ela diz que eu não a amo. O que está acontecendo é que ela está ficando respondona com todos e por isso os familiares já pegaram implicancia com ela e estão humilhando excluindo-a. O que faço? Levo a um terapeuta, psicologo? Me ajudem por favor.

    ResponderExcluir
  10. Sou babá de uma criança de 2 anos , adorável e uma familia maravilhosa, meu problema é o irmão de 10 anos que tira minha paz .

    A mãe separada do pai e casada pela 2ª vez ,o idolatra.

    Não sei como falar com a mãe a respeito. Ajudem -me !

    Márcia

    ResponderExcluir
  11. minha filha tem 19 anos,e uma linda moça...mais nao reipeita eu como mae,sempre dndo patadas e desobedecendo...sou separada do pai dela,e sou casada pela segunda vez a 12 anos...e meu marido ja nao aguenta mais,vive me dizendo que tenho que mandar ela embora,pois ela sai e volta depois de 3 dias...o que fazer...tenho varios problemas de saude...depressao,fibromialgia,ipertensa ainda passo muito nervoso com a situaçao...socoorroooooo preciso de ajuda...onde erreiii

    ResponderExcluir
  12. ola tenho uma filha de 6 anos q e muito danada tudo pra ela e brincadeira ,ultimamente ela esta desobedecendo a professora , xingando e batendo nos amiguinhos na escola,ela e filha unica e eu trabalho com minha mae e ela fica o dia todo rodeada de adultos sera q o motivo e esse ,eu tento corrigir mas as vezes eu acho q nao esta adiantando o q faço ,o pai dela deixa tudo pra mim ele so chama a atençao dela quando nao precisa,o q eu faço me ajudem .....

    ResponderExcluir
  13. tenho um filho de quatro anos, mais ele é muito rebelde não me obedece em nada, me agride o tempo todo. o que eu faço sera caso de psicologo.

    ResponderExcluir
  14. Sou separada e quero mudar de vida e começar uma nova familia em outra cidade e minha filha não aceita ela tem 13 anos. Estou desesperada pois se ceder a chantagem, colocarei um fim no meu relacionamento. Não sei mais como agir, já conversei, tentei de todas as maneiras e não consigo. Por favor me ajudem, devo desistir de tudo ou obriga-la já que a guarda dela é minha?

    ResponderExcluir
  15. Tenho um filho de 24 anos e ele está muito agressivo,não respeita nem eu ,nem o pai.Há 3 anos,4 meses e 2 dias eu perdí um filho de 15 anos, ele era muito amoroso,a presença dele é muito forte.Meu filho fica agressivo por nada,qualquer coisinha,tira ele do sério e ele grita muito comigo,me agride com palavras de baixo escalão e as vezes não respeita nem a memória do irmão. Quando isto acontece, eu fico tão deprimida que penso até em me matar,para ver se este sofrimento tem fim.A última briga que tivemos, praticamete nem havia motivo,mas o meu filho tem um problema,ele na maioria das vezes não assume seu erro,prefere jogar a culpa nos outros,perde tudo e quer que a gente dê conta e no meu desespero eu tomei um monte de comprimido de rivotril,querendo morrer,mas não fez efeito nenhum, eu até fui trabalhar.Já pedí para ele ir embora de casa,já que ele não quer respeitar ninguém.Mas ele finge que não ouve e continuamos do mesmo jeito.Acho que ele pensa que só porque trabalha, ele é independente e pode fazer o que quiser.Um dia ele me disse que não ia embora,porque iria infernizar a minha vida.Não sei o que aconteceu,sempre fui uma boa mãe,ele foi um filho muito esperado e criado com muito amor,mas infelizmente tínhamos problemas com o pai,pois ele bebia na época.O meu filho Bebe,fuma e tb fuma maconha,como o pai,apesar de todo o meu conselho.Ele simplesmente diz que ninguém tem nada com a vida dele,porque é ele que compra e ninguém tem nada com isso. Apesar de todos os meus conselhos e exemplos,ele não me ouve e se ele ficar em casa, raramente temos momentos de paz,pois ele trabalha viajando e não me ajuda em nada em casa,só quando eu peço,pois o meu salário nem sempre dá,porque o meu marido não tem emprego fixo.Tenho medo de não aguentar e fazer uma besteira.Ele diz que me ama e que sou a melhor mãe do mundo,mas não é isso que ele demonstra.Ele quer me ver feliz,como se nada tivese acontecido, ele não tem idéia do tamanho do meu sofrimento e acha que tenho que reagir igual a ele.Ele pensa que a dor dele é igual a minha.Se ele não mudar,eu só vejo uma saída e que Deus tenha misericórdia da minha alma.Sinto tanta vergonha do comportamento dele,pois o criei para ser um homem de verdade, bom,de boa índole e que respeitasse todo mundo,este não é o filho que criei.Por favor me ajude.Meu e-mail é ilmabrasileiro@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tenho uma filha de tres anos que é brigona, mandona,agressiva, e respondona mas ao mesmo tempo um amorzinho me sinto perdida não sei o que fazer com ela.

      Excluir
    2. Querida Ilma, o ideal é conseguirem fazer uma terapia familiar, onde todos poderão expor os sentimentos, dificuldades, ansiedades, etc. e conseguirem achar um ponto onde possam conviver em harmonia.

      Excluir
    3. Nunca pense em tirar a vida que é de Deus, sempre há uma saída, procure ajuda com psicólogos e também ajuda espiritual! Procure um centro espírita cristão, eles te orientarão com certeza e te ajudarão Muita paz!

      Excluir
  16. Tenho um irmão que esta preste a fazer 20 anos. Vive brigando com minha mãe. Só falta agredi-la fisicamente. Eu sou mais velho e sempre foi meio omisso a rebeldia dele. Mas, agora comecei a me meter mais nas brigas dele com minha mão para defende-la. Não sei o que fazer. Tenho vontade de bater nele. Mas minha mãe sempre acaba defendendo ele. O que eu faço?

    ResponderExcluir
  17. Meu filho de 10 anos estar me deixando desesperada.A algum tempo ele se transformou de um jeito que eu nunca pensei que podesse acontecer.Ele é respondão, não respeita ninguém,quer ter as coisas sem merecer e se alguém negar alguma coisa ele se joga no chão,dá escandalo, agride todo mundo mundo com palavras,diz que é infeliz, que queria morrer e vai se matar.Sou separada do pai dele faz muito tempo,o pai dele mora na Noroegua e ele só tem contato com o pai de ano em ano quando o pai vem ao Brasil.
    Já bati, já conversei 1000 vezes, já coloquei de castigo e quando ele sai do castigo volta a fazer tudo d mesmo jeito e as vezes pior.
    Estou desesperada e já não sei mais o q fazer.Por favor me dê uma orientação de como agir!!!!

    ResponderExcluir
  18. Tenho uma filha de 15 anos que quando esta comigo ou familiares era e muito educada e obediente, mas quando junta com as amigas que fazem desobediencia com seus pais, ela se transforma em uma pessoa diferente, fica agressiva,autoritária,e faz coisas que em casa não faria. Como devo agir se as conversas já não resolvem mais. Como agir ? Como ter calma?

    ResponderExcluir
  19. meu nome e eliana e meu filho do meio foi diagnosticado pelo medico que ele e imperativo lucas e o nome dele ele acabou de fazer 10 anos mas age pior do que uma criança bem mais bem mais nova com ajuda da ritalina que è um medicamento receitado pelo medico dele ele conseguiu alcançar o 5ano sem tomar nem uma bomba mais esse ano eu estou muito preucupada ele não esta conseguindo digeito nenhum acompanhar a escola esse ano ele esta como se não tivesse tomando medicamento não concegue se enturmar com os colegas toda ves que vai para a escola ele chega em casa todo machucado os colegas da escola não quer saber se ele e imperativo ou não ele não e agressivo com os colegas de escola mais concegue enrritar todos que esta em sua volta por isso todos os colegas da escola maltrata muito ele Lucas e muito inteligente eu diria ate mais que muitas criança que não são imperativas ele aprende as coisas com muita facilidade bom pelo menos ate o ano passado ele me me surpreendia com os seus estudo mais esse ano ele voltou a ser o mesmo lucas antes de descubrir que ele era imperativo o lucas estuda numa escola normal a picicologa não qui encaminhar ele para apae por que ele sempre mostrou capas de aprender era so tamor o remedinho e ele estava pronto para aprender tudo na escola mais agora estou desperada não sei o que fazer para ajudar o meu filho eu gostaria muito que ele continuasse com os estudo normalmente eu não sei se a nova professora ou se e ele mesmo mais ele mudou muito em casa esta sempre muito nervoso e agitado emplica com todos tenho mais dois filho um mais velho do que ele e outro mais novinho e le fica sempre cutucando ao irmãos e procurando sempre um jeito de me estressar não estou mais aguentando não sei mais oque fazer as vezes fico com pena dele por ter que ser tao rígida com ele mais as vezes tenho medo de perder a cabeça ficar louca com essa situação por favor se alguém que ler isso e souber um mei de me ajudar por favor não deixa de3 responder vai ser muito bom para mim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leitora, o médico pode indicar o melhor caminho para o pequeno Lucas, talvez medicamento associado à terapia seja uma solução. Espero que tudo fique bem!

      Excluir
  20. Olá, Sou Bc de Salvador, tenha 02 filhas uma de 13 e outra de 07 a de 13 esta me tirando do serio, menti, faz grosseria com todos, trata a irma menor mal a mim e o pai... so quer ficar no computador, nao gosta de estudar, nao ajuda nos afazeres de casa, bate boca sempre que reclamo, me enfrenta e por ultimo morre de ciumes da irmã menor, nao sei mas o que faço. queria uma ajuda, ( sei que palmadas nao ajuda) mas ate ja tomou algumas palmadas e nada resolve, trabalho o dia todo so chego em casa a noite, mas fico sempre ao telefone com elas, mas qd chego em casa sempre é a mesma coisa reclamação de todos e a cada dia piora a situação... ja esta tao desgastante que nao sei mas o que fazer.. preciso de uma ajuda... urgente! obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá BC, essa idade é dificil mesmo, eles ainda não decidiram se são crianças ou adolescentes, ficam navegando conforme a conveniência de cada situação. Eu tenho uma filha também e consegui através de atividades de lazer com ela e terapia sanar os problemas. O importante é você procurar um especialista para orientar. Lembre-se também que você precisa se acalmar, achar algo que lhe dê prazer para fazer, pois você estando bem, conseguirá passar pelos problemas com calma e serenidade. Abraços e espero que tudo dê certo!

      Excluir
  21. Tenho o mesmo problema da Eliana, e o meu menino de 8 anos também se chama Lucas. Ele tem todos os sintomas de hiperatividade com deficit de atenção, porém o neurologista ainda não receitou a ritalina porque quer que ele faça terapia primeiro. O problema é que não tenho condições no momento para fazer a terapia e o convênio de saúde dele não cobre.
    Cheguei a levá-lo nas psicólogas do SUS onde ele fez acompanhamento durante um ano e não obtive qualquer orientação ou diagnóstico durante este tempo, nem para fazer o relatório para que eu levasse ao neurologista, elas fizeram. Tenho ficado esgotada, depressiva e totalmente intolerante, ele tem atitudes de um menino de 3, 4 anos, agora neste momento ele está de castigo e babando na camisa. Tirei uma foto e ameacei que mostraria para os coleguinhas da escola, aí começou a chorar igual a um bebê, a impressão que tenho é que ele está regredindo ao invés de crescer. Sempre deu problema na escola, batia nos colegas, atrapalhava as aulas, não ficava sentado na carteira e fala o tempo inteiro, chega a falar coisas sem nexo, não sabe formular frases como um menino de 8 anos. Converso com ele de forma clara e realista, mas não adianta; ele me estressa ao ponto de bater nele. Já nem sei se tenho mais aquele amor de mãe que eu tinha antes. Pra completar ele é filho único, não sei se isso influencia, já que ele não tem uma referencia de criança por perto.
    Preciso muito de ajuda pois já estou no meu limite!
    Grata.

    ResponderExcluir
  22. Eu sou pai tenho um filho de 13 anos nao e nao sei ser pai,ele morou com minha mãe a vida toda e tem 1 ano q esta comigo ele ta quase sendo espulso da escola o q devo fazer?

    ResponderExcluir
  23. tenho uma filha de 11 anos que não me obedece , me responde , não aceita meus carinhos só o do pai e da vó .não sai mais acho que não gosta de mim .

    ResponderExcluir
  24. Tenho algo a dizer, os pais nunca devem desistir de seus filhos. Sei o quanto é difícil educar, tenho um filho de 8 anos, e tenho passado provações. No meu caso busquei ajuda com uma psicologa, pois tem hora que não sabemos como lidar. E forças busco ao meu Deus, que confio, acredito, sei que tudo é um aprendizado, e na verdade nossa paciência é pouca, e o desgaste é demais. Saibam Deus nunca dá ao seu filho, o que ele não possa suportar, entregue sua dor à Deus. Leiam o livro KAIRÓS, nos transmite muita paz de espirito. Fiquem na PAZ, estamos na luta. Desabafo de uma mãe.

    ResponderExcluir
  25. Meu filho do primeira casamento tm 26 anos trabalha na minha empresa de prohetista, nao consegue cehgar no harario, e sempre com desculpas rediculas, reclmava que morava muito longa da empresa arrumei um apartamento para morar proximo, mesmo assim o problema cuntinua, pode me ajudar por favor, sempre que vou perguntar o que esta acontecendo vem com ironia, e ai a discuçao

    ResponderExcluir
  26. Olá tenho um sobrinho de 18 anos. Ele abandono a escola, começou falta no trabalho, só que saber de ficar na rua, a minha irmã já não sabe o que faze o pai dele faleceu de cirrose quando ele ainda tinha 3 anos, dai minha irmã casou, mais o padrasto dele é muito nervoso e sempre espanco o meu sobrinho.eu sempre fui contra as atitude do meu dele, pois acho que violência atrai violência, e não é batendo que se educa alguém. coitada da minha irmã como faço para ajuda ele? mara_love_33@hotmail.com

    ResponderExcluir